Empate definido em 10 minutos

O Furacão saiu na frente logo no começo. Mas logo na sequência, sofreu o gol que fechou o placar em 1 a 1 com o São Paulo, neste domingo (29). No restante da partida, o equilíbrio prevaleceu, em um jogo truncado e com poucas chances na Ligga Arena.

O gol rubro-negro saiu de um cruzamento perfeito de Vitor Bueno e uma cabeçada precisa de Pablo. Pablo Maia, também de cabeça, marcou para o time paulista.

Com o resultado, o Athletico a 49 pontos e encerrou a 30ª rodada do Brasileirão na sétima posição. O próximo desafio está marcado para às 19h de quarta-feira (1º), contra o Corinthians, em Neo Química Arena.

O Jogo

A melhor jogada do Furacão na partida saiu logo aos 6′ e terminou com a bola na rede. Cuello tocou para Vitor Bueno na ponta direita. O camisa 8 viu Pablo entrando na área e fez o cruzamento com perfeição. Testada forte do artilheiro e Furacão na frente!

Mas a vantagem no placar durou pouco tempo. Aos 9′, em um escanteio pelo lado esquerdo da defesa rubro-negra, Wellington Rato levantou no meio da área. Pablo Maia veio de trás e apareceu livre para cabecear e igualar o placar.

A partir daí, o jogo se desenrolou mais arrastado, com muita marcação e poucas chances do gol. As melhores chances do Athletico aconteceram em um chute de fora da área de Vitor Bueno e uma jogada individual de Canobbio, que ganhou de Diego Costa na ponta esquerda e chutou cruzado. Nas duas vezes, o goleiro Rafael evitou o gol.

No início do segundo tempo, o Rubro-Negro voltou a ter um bom volume ofensivo. Zapelli chutou de fora da área por cima do gol e Canobbio voltou a dar trabalho ao goleiro Rafael, depois de mais um duelo vencido junto à linha de fundo.

A partir daí, o São Paulo encaixou a marcação e dificultou bastante as ações do ataque athleticano. As finalizações só voltaram a acontecer em tentativas de fora da área de Hugo Moura, Erick e Vitor Bueno, mas sem perigo para o arco são-paulino.

By Clube Athletico Paranaense